TRATAMENTO TÉRMICO EM MATERIAL D6 A FIM DE SE OBTER MATERIAL ENDURECIDO

  • Raul Sacramento
  • Wallyson Thomas Alves da Silva
  • Ricardo Favaro
  • Marcus Vinicius Begossi

Resumo

Na área da mecânica o aço é empregado para diversas utilidades desde uma chaveta a uma engrenagem helicoidal, mas cada um desses exemplos vai suportar um determinado esforço durante o seu trabalho e para que os mesmos aguentem estes esforços sem se romper ou se deformar, é necessário aplicar um determinado tratamento térmico, seja ele um revenimento ou uma têmpera, tudo depende da fase de ferro carbono. Os tratamentos térmicos, não se aplicam na peça por um todo, apenas atinge a superfície, sendo mais claro, o tratamento térmico penetra conforme a quantidade de carbono e o tamanho da peça. Para se chegar à conclusão de qual a dureza que se pode obter em uma peça de aço, deve-se saber qual a sua espessura e quantidade de carbono presente em sua estrutura. O propósito destas instruções será determinar qual a espessura mínima admissível de um aço D6 para que se possa obter uma dureza superficial de 56 HRC após submetida a tempera. A metodologia para obtenção dos resultados será o corte em uma serra automatizada de 3 corpos de provas de espessuras diferentes de D6, aquecimento no forno elétrico e resfriamento em óleo e em água, logo após será medida sua dureza (durômetro) e avaliado qual a espessura máxima que se pode obter uma dureza minima de 49 HRC.

Publicado
2019-08-12